rs_slogan
rs_boletim2
rs_compartilhe

Notícia

Companhia aérea indeniza casal por extraviar bagagem na volta de lua de mel em Paris

A 4ª Câmara Civil do TJ confirmou decisão que condenou empresa aérea ao pagamento de indenização em favor de recém casados que tiveram pertences subtraídos de suas bagagens ao retornarem de viagem de lua de mel a Paris. O valor dos danos morais arbitrados também foi majorado e restou fixado em R$ 20 mil, além de mais R$ 671 por danos materiais.

O casal alegou que fez uso dos serviços prestados pela companhia aérea, e no trajeto do retorno, deparou-se com a bagagem despachada danificada e sem alguns objetos nela contidos. Isto só foi notado no momento em que estavam nas esteiras para restituição de bagagens e constataram que sua mala estava violada, já sem o zíper, amarrada tão somente com pedaços de fita. Seus pertences, acrescentaram, estavam revirados, com o registro da subtração de alguns itens adquiridos para presentear familiares e amigos.

"É inquestionável a angústia e o abalo moral sofrido pelos passageiros ao receberem sua bagagem violada e, além disso, sem os pertences adquiridos no exterior como forma de lembrança do passeio, bem como para presentear amigos e familiares", anotou o desembargador Rodolfo C. R. S. Tridapalli, relator da matéria. A decisão foi unânime. (Apelação Cível n. 0304871-63.2015.8.24.0023).

Fonte: Tribunal de Justiça do Estado de Santa Catarina
Produtos Online


Esqueci minha senha

b_teste_gratis
pixel