rs_slogan
rs_boletim2
rs_compartilhe

Notícia

Júri condena homem acusado de tentar matar corretora após ataque de fúria

O Tribunal do Júri de Brasília condenou Thiago Dantas Tizon de Oliveira a 14 anos de reclusão, pena que deverá ser cumprida em regime inicialmente fechado, pela tentativa de homicídio contra a corretora de imóveis Danielly Almeida dos Santos. O crime foi cometido com golpes de martelo na cabeça da vítima, após ter um ataque de fúria. O réu foi condenado pelo crime previsto no art. 121, § 2º, inciso II e IV c/c art.14, inciso II, ambos do Código Penal.

Segundo a sentença, a vítima, corretora de imóveis, havia marcado de mostrar um apartamento para Thiago que, no decorrer da visita, num ataque de ira, atacou Danielly pelas costas com golpes de martelo na cabeça quando ela se virou para abrir uma persiana da janela. Danielly conseguiu fugir do local e, já fora do imóvel, populares conseguiram conter Thiago.

O Ministério Público pediu a condenação do acusado nos termos da decisão de pronúncia, e a defesa do réu, por sua vez, levantou como tese única de defesa a desclassificação do crime para outro diverso dos dolosos contra a vida. Os jurados reconheceram a autoria e materialidade do delito e decidiram que houve o crime de tentativa de homicídio.

Thiago respondeu ao processo preso e não terá direito a recorrer da condenação em liberdade.

Processo: 2017.01.1.056447-8

Fonte: Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios
Produtos Online


Esqueci minha senha

b_teste_gratis
pixel