rs_slogan
rs_boletim2
rs_compartilhe

Notícia

Jovem é mantida sob acautelamento

Nova audiência sobre assassinato da avó está marcada para 7 de março

O juiz da Vara Infracional da Infância e da Juventude de Belo Horizonte, Emerson Marques Santos, ouviu hoje, 13 de março, em audiência de apresentação, a jovem de 17 anos suspeita de ter matado e ocultado o corpo da avó, em um condomínio no Bairro Santa Amélia, na região da Pampulha. Diante do juiz, a jovem admitiu a morte e a ocultação do cadáver na casa onde as duas viviam.

A adolescente está acautelada provisoriamente desde 6 de março no Centro Socioeducativo Feminino São Jerônimo e vai continuar sob a mesma condição, até a data da próxima audiência, marcada para ouvir testemunhas em 27 de março, às 9h.

A morte da mulher de 57 anos ocorreu em janeiro de 2019, segundo o Ministério Público, após uma discussão entre as duas, mas o corpo da avó só foi descoberto pela Polícia Militar no início deste mês. Ele estava enrolado em lençóis dentro de um cômodo da casa.

A jovem, ainda de acordo com o MP, encobriu o quarto com uma lona na tentativa de reduzir a passagem de odor pela decomposição do corpo. O processo tramita em segredo de justiça. A adolescente pode ter cometido ato infracional análogo aos crimes tipificados nos artigos 121 e 211 do Código Penal.

Atuaram ainda na audiência a promotora de justiça Angela Fabero e o advogado de defesa, Welington Luzia Teixeira. A audiência foi realizada no Centro Integrado de Atendimento ao Adolescente Autor de Ato Infracional (CIA-BH).

Fonte: Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais
Produtos Online


Esqueci minha senha

b_teste_gratis
pixel