rs_slogan
rs_boletim2
rs_compartilhe

Notícia

Acusado de homicídio é condenado a 30 anos de reclusão

Vitima trabalhava em serviços domésticos como diarista

Jurados do 2º Tribunal do júri de Belém, sob a presidência do juiz Raimundo Moisés Alves Flexa, condenam Renan Coutinho da Conceição, 26 anos, ensino fundamental incompleto, acusado de matar Elen Simone Arcângela Nascimento, 25 anos, prestadora de serviços domésticos.

A pena aplicada ao réu de 30 anos será cumprida em regime inicial fechado. O acusado se encontra preso cumprindo sentença por tráfico de drogas, além de responder por crime de assalto e porte de arma.

A decisão acolheu a tese do promotor do júri Edson Augusto Souza, que sustentou a acusação em desfavor do acusado, com base nas declarações da mãe da vítima, que presenciou o crime.

O defensor público Alessandro Oliveira sustentou a tese da auto defesa do réu, de negativa de autoria, não acolhida por maioria dos votos dos jurados.

A testemunha do homicídio, mãe da vítima, viu o réu chegar na garupa de uma motocicleta e fazer os disparos contra Elen Simone, atingindo-a na nuca e nas costas. Socorrida por familiares, a jovem chegou a dar entrada no hospital de pronto atendimento, mas, morreu logo após em razão das lesões.

Em interrogatório, o acusado negou o crime e declarou que conhecia a vítima por ser moradora da área.

A polícia não conseguiu esclarecer a motivação do crime, que pode estar relacionado a tráfico de drogas naquela área da Pedreira. Investigações da polícia relacionaram o crime com disputa por ponto de droga.

O vitima foi executada por volta das 10h, do dia 06/06/2015, em frente da residência da jovem, que estava ao lado da mãe. Desesperada, a mãe chegou a pedir para o réu não matar a filha, sem sucesso.

Fonte: Tribunal de Justiça do Estado do Pará
Produtos Online


Esqueci minha senha

b_teste_gratis
pixel