Acusados de matar homem com 15 disparos no Santos Dumont são condenados

Vítima estava com a namorada na porta de casa, quando os réus se aproximaram e efetuaram os disparos de arma de fogo

O Tribunal do Júri da 7ª Vara Criminal de Maceió condenou os réus Gilmar Soares dos Santos e José Rozinaldo Macedo da Silva por matar Daniel de Araújo Silva, em 2015. O julgamento ocorreu nesta segunda-feira (7), no Fórum da Capital, e foi conduzido pelo juiz Yulli Roter.

O magistrado fixou a pena em 18 anos e 9 meses para Gilmar Soares, e 19 anos e 6 meses para José Rozinaldo. Os réus devem cumprir a pena em regime inicial fechado e não poderão apelar em liberdade.

O crime ocorreu no dia 21 de setembro de 2015, no bairro Santos Dumont. De acordo com os autos, Daniel estava com a namorada na porta de casa, quando um menor de idade, acompanhado de um dos réus, efetuou 15 disparos em direção da vítima. Os réus fugiram do local do crime, mas foram apreendidos logo depois pela Polícia Rodoviária Federal, com uma arma e munições.

Ao calcular a pena, o juiz Yulli Roter apontou a premeditação do crime, pois os réus planejaram como seria a execução e a fuga do local, distribuindo as tarefas que seriam realizadas por cada um, além de possuírem maus antecedentes.

“A vítima teria sido abordada pelos réus na porta de sua residência, quando estava ao lado de sua namorada. Neste momento, foi-lhe desferido diversos disparos de arma de fogo. Esses fatos demonstram maior reprovabilidade da conduta, diante da presença de familiares da vítima quando do fato criminoso”, afirmou o magistrado.

Matéria referente ao processo nº 0801128-61.2018.8.02.0001

TJAL

Deixe um comentário

Rolar para cima
×