Homem que matou vítima queimada no Zoobotânico de Joinville é condenado a 19 anos

O Conselho de Sentença do Tribunal do Júri da comarca de Joinville, em sessão realizada nesta terça-feira (8/11), condenou um homem, já encarcerado, a 19 anos de prisão por homicídio qualificado por motivo torpe e meio cruel com uso de fogo.

O crime foi praticado em julho de 2020 no bairro Saguaçu, aos fundos do Parque Zoobotânico. O réu agrediu a vítima com golpes na cabeça e a obrigou a subir um morro. Já em região de mata fechada, ateou fogo na vítima após encharcá-la em gasolina. O rapaz sofreu queimaduras em 90% de seu corpo, o que resultou em óbito quatro dias após a internação hospitalar.

O motivo propulsor do crime foi torpe, uma vez que decorrente de uma dívida de drogas que a vítima tinha com o denunciado (Autos n. 5017609-16.2021.8.24.0038).

TJSC

Deixe um comentário

Rolar para cima
×