Júri de Bagé condena homem a mais de 63 anos de prisão

O Tribunal do Júri do Foro Bagé condenou na madrugada desta quarta-feira (6/9) o homem acusado de matar uma mulher de 28 anos que tentou fazê-lo cessar as agressões contra a companheira dele em via pública, no centro do município. Além do homicídio qualificado, ele foi condenado por quatro tentativas de homicídio, três lesões corporais, injúria qualificada, além da contravenção de vias de fato. Todas as vítimas buscavam fazê-lo cessar as agressões contra a companheira. Ao todo, foram cinco vítimas.

A pena foi de 63 anos, 4 meses e 25 dias de prisão em regime fechado.

O júri foi presidido pelo Juiz em substituição Humberto Moglia Dutra, da 1ª Vara Criminal da Comarca de Bagé. Foram ouvidas as vítimas e quatro testemunhas de acusação.

Sobre o crime

Conforme a denúncia, no dia 26 de junho de 2022, por volta das 3h da madrugada, o homem (27 anos) saiu de uma festa religiosa com a companheira (30 anos) e foram à pé para casa. Ele teria esquecido um chapéu na festa e disse que ia buscá-lo. Pouco tempo depois, desistiu de ir até o local e reencontrou a companheira na Avenida Marechal Floriano. A denúncia relata que o homem estava irritado e passou a agredi-la com socos na cabeça e no rosto. Ela também sofreu injúrias e foi empurrada para o chão. Ao gritar por socorro chamou a atenção de pessoas que moravam próximas ao local. Quem saiu para a rua para tentar ajudá-la foi agredida. A vítima fatal saiu com uma arma da família. O réu conseguiu desarmá-la, matando-a com um tiro na nuca.

https://www.tjrs.jus.br/novo/noticia/juri-de-bage-condena-homem-a-mais-de-63-anos-de-prisao/

TJRS

Rolar para cima
×