Júri em Porto União condena trio acusado de matar homem por desavença com herança

Em sessão do Tribunal do Júri da comarca de Porto União, ocorrida na última sexta-feira (23), sob a presidência da juíza Letícia Bodanese Rodegheri, o Conselho de Sentença condenou dois homens e uma mulher por homicídio com uso de arma de fogo, ocorrido em agosto de 2021, no interior do município. As penas aplicadas variaram de 14 a 21 anos e não foi concedido aos réus o direito de recorrer em liberdade. Outras três pessoas que supostamente estariam envolvidas no crime entraram com recurso e terão audiência marcada para nova data.

O julgamento durou cerca de 15 horas. Em plenário, foram ouvidos o delegado de polícia que conduziu a investigação, um policial civil e uma testemunha da defesa. De acordo com a denúncia, os réus teriam promovido uma emboscada para atrair a vítima, um borracheiro, com a alegação de que um pneu estava furado. Lá chegando, ele foi atingido por disparos de arma de fogo e faleceu após uma semana de internação hospitalar.

De acordo com os autos, o crime teria sido encomendado. Os dois réus se desentenderam com a vítima por causa da divisão dos bens pertencentes a ré e sua ex-companheira. O crime foi cometido por meio emboscada, dificultando a defesa da vítima. O processo tramita em segredo de justiça.

TJSC

Deixe um comentário

Rolar para cima
×