Assaltante que abriu fogo contra vigilante é condenado por tentativa de latrocínio

Em São Bento do Sul, no norte do estado, um homem foi condenado a 19 anos e seis meses de prisão, em regime fechado e sem direito a recorrer em liberdade por  tentativa de latrocínio, praticado contra um vigilante em serviço, em crime ocorrida em dezembro de 2021, no bairro Mato Preto. A sentença é da juíza Giovana Maria Caron Bosio, titular da 3a. Vara da comarca.

Consta nos autos que a vítima foi enganada pelo réu, uma vez que o mesmo se apresentou como entregador e que estava com dúvidas quanto a um endereço. No momento em que o trabalhador deixou a guarita da empresa e se aproximou de seu algoz este sacou uma arma de fogo e gritou “perdeu, perdeu”. Diante do não rendimento, passou a efetuar disparos na sua direção, na intenção de subtrair a arma de fogo pertencente ao vigilante.

O crime de latrocínio não se consumou por circunstancias alheias à vontade do denunciado, uma vez que o vigilante também reagiu aos disparos. O réu foi preso em flagrante e teve a prisão preventiva decretada já na época dos fatos (Autos nº 5000091-16.2022.8.24.0058).

Deixe um comentário

Rolar para cima
×